Slideshow shadow

FAQ

O termo FAQ é um acrônimo da conhecida expressão, em Inglês, “Frequently Asked Questions”, ou seja, em tradução literal, “perguntas mais frequentes”.  Assim, aqui você encontra as respostas às perguntas mais frequentes feitas pelos visitantes interessados na afiliação ao Circuito da Sustentabilidade.

♦  O que é o Circuito da Sustentabilidade (CS)?

♦  Quais são os benefícios para os visitantes cadastrados?

♦  O que é a Taxa de Adesão?

♦  Que plano de adesão é mais conveniente para mim?

♦  Quando começo a usufruir do Circuito?

♦  Comecei num plano e quero mudar para outro.  É possível?

♦  Interrompi o pagamento, mas quero retomar.  Posso?

♦  E em caso de desistência?

♦  É possível transferir o plano para alguém?

♦  É preciso fazer reservas para a hospedagem e demais serviços?

♦  Como fazer as reservas?

♦  Como me identificar perante os parceiros?

♦  É possível renovar a adesão ao final do período?

♦  O que é o Plano de Fidelidade?

♦  Como funciona o sistema de pontuação?

♦  No caso da doação da taxa ao final é possível o desconto no IR?

♦  Como fica o cotejamento do modelo do Circuito com os “clubes de descontos” que surgiram?

♦  Que garantias o Circuito oferece aos afiliados?

♦  Numa viagem, resolvi convidar uma pessoa amiga.  Posso estender meu desconto a ela?

*     *     *

♦  O que é o Circuito da Sustentabilidade (CS)?

Considere o seguinte desafio: que tal conciliar viagens, lazer, bem-estar, conhecimento, educação, desenvolvimento social e lucro para você turista?  O Circuito da Sustentabilidade (CS) surge como resposta a este convite.

O Circuito resulta de um dos objetivos do Projeto CEPA, o desenvolvimento sustentável de uma das regiões mais bonitas do planeta.  Ele articula um conjunto de empreendedores parceiros no sentido de proporcionar aos visitantes (e aos moradores) o que de melhor a região tem a oferecer para sua estadia, sempre na busca do equilíbrio ambiental e da harmonia ao longo do tempo.

Os visitantes cadastrados no Circuito poderão usufruir de serviços qualificados e constantemente aprimorados para melhor servi-los, pois nossos parceiros têm sido selecionados por suas práticas, competências e compromissos com o desenvolvimento socioeconômico e ambiental, princípios cultivados pelo Projeto CEPA, o Centro de Educação e Pesquisas Ambientais.

Dois fatores muito importantes foram agregados a todos os serviços e benefícios oferecidos exclusivamente aos afiliados: redução real e expressiva dos preços e desenvolvimento pessoal.

O cadastramento é realizado mediante uma taxa de adesão (TA), que ao final poderá até mesmo resultar em sua restituição na forma de bonificação total ou parcial, conforme o plano de fidelidade do Circuito.

voltar ao topo

♦  Quais são os benefícios para os visitantes cadastrados?

O Circuito selecionou e reuniu, já de início, na Serra da Mantiqueira, cerca de cinquenta parceiros entre pousadas, hotéis, restaurantes, bistrôs, cafés, artesãos, produtores rurais, locais de visitação, lazer ou compras, academia, guias e trilhas, cursos diversos, transporte e até farmácias.  Facilidades, qualidade e segurança são oferecidos a você a um custo diferenciado e reduzido.

Isto poderia já parecer suficiente, mas há mais, muito mais: integram o Circuito parceiros de excelência, como a Ambiental Expedições (agência brasileira e operadora de turismo internacional com mais 25 anos de atividades), que coloca à disposição dos cadastrados todo o seu portfólio de maravilhosas viagens nacionais e internacionais, e a Funiber – Fundação Universitária Iberoamericana (com sede em Barcelona, Espanha, com 15 anos de atividades e presença em 25 países, há mais de 10 anos no Brasil), que oferece, unida a universidades brasileiras, cursos de nível técnico, de graduação, especialização, mestrado e doutorado à distância em múltiplas áreas, especialmente nas de Turismo, Ambiental, Saúde e Nutrição, Formação de Professores, Engenharia, Arquitetura e Projetos, além de Espanhol e Inglês, todos ministrados à distância, de grande rigor acadêmico, qualidade de conteúdo e reconhecidos no âmbito dos países envolvidos.

O Circuito não para por aqui, pois trabalhamos constantemente: em todos os meses incluiremos novos parceiros, sempre no sentido da diversificação e melhoria da qualidade do atendimento e dos serviços oferecidos para que você, sua família e amigos usufruam do que há de melhor.

O que os visitantes afiliados ao Circuito poderão ver inicialmente como benefícios consiste em:

 ◊  redução sensível das tarifas;

 ◊  um conjunto de roteiros qualificados para os diversos segmentos;

 ◊  diversidade de produtos constantemente renovados e aperfeiçoados;

 ◊  qualidade no atendimento;

 ◊  flexibilidade na escolha;

 ◊  facilidades de reserva e de pagamento;

 ◊  segurança na estadia e no investimento;

 ◊  desenvolvimento pessoal;

 ◊  retorno sobre o investimento e lucro.

O Circuito beneficia seus parceiros trazendo-lhes estabilidade, eliminação da sazonalidade e capacidade de planejamento de longo prazo, revertendo-os em bem-estar e desenvolvimento aos visitantes; assim, em outras palavras, você e os parceiros só têm a ganhar.

voltar ao topo

♦  O que é a Taxa de Adesão?

A Taxa de Adesão (TA) é uma importância paga uma única vez pelo visitante interessado em cadastrar-se para que possa usufruir dos benefícios oferecidos e garantidos pelo Circuito.  Ela pode ser paga à vista ou em parcelas, conforme o interessado preferir, e ao final do período de usufruto o cadastrado poderá até mesmo ter o seu valor equivalente restituído, na forma de bonificação parcial ou integral, conforme o Plano de Fidelidade.

voltar ao topo

♦  Que plano de adesão é mais conveniente para mim?

Recomendamos que você considere o seguinte: primeiro, os planos não são individuais e sim familiares; na previsão do Circuito, sua adesão pode representar não só um indivíduo, mas também um casal ou mesmo uma família.  O valor da taxa é o mesmo e, ao se cadastrar, você identificará quem faz parte de seu plano de adesão: você apenas; ou você e um(a) acompanhante; ou você, um(a) acompanhante e seus dependentes diretos (seus filhos ou seus pais, desde que eles não constituam um núcleo familiar independente).

Em segundo lugar, considere uma previsão de suas viagens, seus acompanhantes e a frequência: há os que preferem viagens próximas e breves; há os que apreciam viagens mais longas; há os que viajam muito e os que viajam menos frequentemente; há os que apreciam viajar sós, os que viajam como casal e os que fazem viagens familiares.

Por fim, considere as vantagens do Plano de Fidelidade (veja ao final), que poderá resultar em uma bonificação para você equivalente ao valor da Taxa de Adesão (TA) quitada.

Assim, embora não seja exatamente uma regra, para cada caso há um plano mais adequado:

 ◊  Plano Básico, 1 ano: recomendável aos que apreciam viagens mais curtas e periódicas; este plano não prevê bonificação referente à TA e custa R$0,38 por dia (R$140,00 por um ano de afiliação);

 ◊  Plano Premium, 3 anos: recomendável aos que alternam viagens curtas e longas, em casais ou famílias pequenas; este plano prevê bonificação referente à TA de até 100%, segundo o Plano de Fidelidade, quando integralizado à vista ou em até 6 parcelas.  Custa R$0,46 por dia (R$500,00 por três anos de afiliação);

 ◊  Plano Master, 5 anos: recomendável aos que apreciam viagens mais longas, com estadias mais extensas, para casais e famílias; este plano prevê bonificação referente à TA de até 100%, segundo o Plano de Fidelidade, quando integralizado à vista ou em até 12 parcelas.  É o plano que propicia as maiores facilidades para a bonificação e custa R$0,55 por dia (R$1.000,00 por cinco anos de afiliação).

Os planos não contemplam convidados, grupos de amigos ou empresas, embora estudemos propostas neste sentido.

voltar ao topo

♦  Quando começo a usufruir do Circuito?

No caso da integralização da TA à vista, o usufruto pleno é imediato.  Já nos casos de planos com parcelamento da TA, há um usufruto incremental, ou seja, há benefícios imediatos e outros proporcionais aos pagamentos efetuados.  As tabelas Planos de Adesão (PA) e Complementar aos Planos exemplificam como o usufruto pleno dos benefícios pode ser rapidamente alcançado.

voltar ao topo

♦  Comecei num plano e quero mudar para outro.  É possível?

Sim, é possível.  Essa alteração pode ser feita em qualquer direção: tanto de um plano menor para outro mais amplo, quanto o inverso.  Cada caso será examinado pelos gestores na busca da melhor solução para o cadastrado e para o Circuito.

voltar ao topo

♦  Interrompi o pagamento, mas quero retomar.  Posso?

Sim, pode.  O Circuito procurará compreender as razões da interrupção e as relevará quando for possível e justo; isto ficará a cargo da avaliação dos gestores e, uma vez aceito, será considerado mera liberalidade do Circuito.  A prática repetida da interrupção poderá, porém, acarretar o cancelamento da adesão, sem que haja ressarcimento dos valores pagos pelo cadastrado.

voltar ao topo

♦  E em caso de desistência?

No caso de desistência da adesão, os valores pagos não serão restituídos.  Exceção se dará se o desistente já houver pago 50% ou mais da TA sem que em momento algum tenha exercido o usufruto dos serviços do Circuito, caso em que terá direito a metade do valor pago.

voltar ao topo

♦  É possível transferir o plano para alguém?

Em princípio, sim.  Caso você não deseje continuar com o usufruto de seu plano, o Circuito examinará a transferência para alguém indicado por você, reservando-se o direito de aceitar ou não sua sugestão e levando em consideração o fato de você haver integralizado o plano ou não.  Procuraremos a melhor solução que o beneficie, resguardados os interesses do Circuito.

voltar ao topo

♦  É preciso fazer reservas para a hospedagem e demais serviços?

É altamente recomendável este procedimento, embora não seja necessariamente uma exigência.  Alguns serviços dos parceiros do Circuito podem estar disponíveis 24h/dia, outros não.  Nossa Central de Atendimento procurará estar à sua disposição pelo maior período possível e de forma a atender suas necessidades, mas lembre-se: todos somos seres humanos.

voltar ao topo

♦  Como fazer as reservas?

As consultas e reservas podem ser realizadas em nossa Central de Atendimento (CA; ver horários, endereços e telefones) ou diretamente com os parceiros escolhidos (o que poderá ser mais rápido, mas neste caso será recomendável, para sua maior segurança, notificar a CA logo após a reserva).  Recomendamos o saudável procedimento da reserva prévia, para que tudo possa transcorrer da melhor maneira possível.  O agendamento e a previsão são garantias de um bom atendimento.

voltar ao topo

♦  Como me identificar perante os parceiros?

Toda a identificação dos afiliados perante os parceiros poderá se dar de duas formas apenas: (1) por reserva prévia ou (2) por apresentação direta.  No primeiro caso, que recomendamos, o afiliado fará contato prévio por telefone, email ou sítio do Circuito; no segundo, o afiliado se apresentará pessoalmente para consulta à base de dados do Circuito.  Em ambos os casos, o contato poderá ser efetuado em nossa Central de Atendimento ou diretamente com o parceiro, sendo solicitada a apresentação de RG e CPF.

voltar ao topo

♦  É possível renovar a adesão ao final do período?

Sim, neste caso o Circuito lhe apresentará os planos vigentes na ocasião.  O Circuito tem como prática privilegiar o bom relacionamento mantido pelos cadastrados; assim procurará lhe oferecer o que for de melhor proveito possível.  Um exemplo disto é o Plano de Fidelidade (PF), que considera a pontuação obtida pelo afiliado ao longo do período de vigência e poderá até mesmo restituir-lhe, na forma de bonificação, o valor de sua Taxa de Adesão.

voltar ao topo

♦  O que é o Plano de Fidelidade?

O Plano de Fidelidade (PF) é um sistema de pontuação atribuída aos afiliados que visa valorizar e premiar o bom relacionamento.  A pontuação obtida pelo cadastrado na vigência de seu plano de adesão será usada para beneficiá-lo com uma bonificação, que poderá ao final ser utilizada em suas novas despesas.

voltar ao topo

♦  Como funciona o sistema de pontuação?

O sistema de pontuação do PF mensura variáveis como plano de adesão, época da adesão, participação nas promoções, participação em cursos, assiduidade, despesas efetuadas no Circuito, indicação de novos cadastrados e respostas às nossas enquetes ou pesquisas; para cada ação do afiliado há certa quantidade de pontos atribuída, que é cumulativa.  Há uma tabela disponível para conhecimento dos interessados (Tabela de Pontuação); ela indica que, conforme a pontuação atingida, 50% ou até mesmo 100% da Taxa de Adesão poderão, ao final do período do plano, ser utilizados no Circuito como bonificação.  Os afiliados contemplados pela pontuação obtida no Plano de Fidelidade poderão solicitar a bonificação e utilizá-la uma única vez numa dentre as seguintes opções:

 ◊  a renovação da adesão;

 ◊  o abatimento nas despesas em novas estadias;

 ◊  a extensão do usufruto por certo período (no caso de doação);

 ◊  o abatimento, quando for o caso, no IR.

Esta é a maneira de demonstrar-se definitivamente que, no dizer de um dos já cadastrados, “não há perdas, todos ganham”.

voltar ao topo

♦  No caso da doação da taxa ao final é possível o desconto no IR?

O valor referente à Taxa de Adesão a restituir, segundo a pontuação do Plano de Fidelidade, poderá alternativamente, se o afiliado assim determinar, ser doado às entidades gestoras do Circuito, a saber, o CEPA ou a ONG GaiaTerra; parte substancial desses recursos serão então repassados ao Programa Renda Básica de Cidadania em Santo Antonio do Pinhal, como integrante do programa nacional (Lei Federal nº 10.835, de 08/01/2004) de autoria do Senador Eduardo Matarazzo Suplicy, entusiasta e grande frequentador do Circuito.  No caso do doador ser Pessoa Jurídica, a legislação brasileira em vigor admite o abatimento deste valor em sua declaração de Imposto de Renda, respeitados os limites da Lei, mediante recibo da entidade receptora da doação.  Há ainda um PL (projeto de lei) tramitando no Congresso Nacional que propõe que Pessoas Físicas também possam vir a fazê-lo.

voltar ao topo

♦  Como fica o cotejamento do modelo do Circuito com os “clubes de descontos” que surgiram?

O projeto do Circuito da Sustentabilidade foi cuidadosamente concebido há anos, antes do surgimento recorrente dos atuais “clubes de descontos” e sem conhecê-los.

Esses “clubes” agem como nuvens (como que de gafanhotos) passageiras.  Regra geral, impõem aos “parceiros” (aparentemente qualquer tipo de parceiro lhes serve) cerca de 50% de descontos sobre seus preços, que serão oferecidos aos eventuais clientes; o que seus “parceiros”, em geral, fazem é subir seus preços, maquilando assim os descontos.  Sobre os 50% restantes, esses clubes exigem 30% de remuneração pelos “serviços”, restando assim aos “parceiros” 70% sobre 50%, ou seja, para cada R$100,00 originais de seus serviços habituais, estes receberão R$35,00 – e, com frequência, em duas parcelas.  Pergunta-se: que espécie de atendimento os clientes receberão por este valor, como os “parceiros” sustentarão seus empreendimentos neste modelo, quem afinal ganha e o quê?  As respostas obtidas até aqui permitem a elaboração desta opinião: resulta óbvio que o oportunismo da clientela é “premiado” por um atendimento e um produto que dificilmente serão os originais; os “parceiros” não se sustentarão neste modelo, utilizando-o apenas episodicamente e em geral em situação de dificuldade; nem clientes, nem “parceiros” ganharão senão no imediato (se é que há algum ganho), nenhuma relação de qualidade, fidelidade ou compromisso será desenvolvida, nenhum enraizamento ou tecelagem social; apenas os gestores dos “clubes” ganham, ou ganharão até produzir-se o esgotamento do modelo; nenhum parceiro será verdadeiramente beneficiado no tempo e seus empreendimentos apenas se enfraquecerão.  Assim, como nenhuma articulação é produzida, “clubes de descontos” e o Circuito opõem-se radicalmente, seja na concepção, seja na prática.

O Circuito da Sustentabilidade propõe uma real parceria: articula parceiros em torno de uma proposta de longo curso, onde todos se beneficiam o tempo todo (no dizer de João França, gerente do Banco do Brasil, “… é incrível, verifiquei cuidadosamente o projeto. Não encontrei furo algum! Todos ganham! Quero fazer parte, podem me cadastrar.”).  No Circuito os parceiros aceitam trocar descontos reais e significativos pela previsão, planejamento e estabilidade, pois serão beneficiados pelo desenvolvimento articulado e sustentável de seus empreendimentos, facilitado e fortalecido pelos recursos disponibilizados pelo Circuito.  Os afiliados serão beneficiados pela redução das despesas em suas viagens, pelas facilidades e qualidade dos serviços oferecidos para sua estadia e também desenvolvimento pessoal e, em certos casos, pelo efeito de poupança, assegurada conforme as condições da proposta.  O poder público será beneficiado pelo incremento da atividade econômica e consequente arrecadação, assim como pelo reforço ao reordenamento turístico regional e desenvolvimento socioeconômico.  A comunidade como um todo será beneficiada pelas oportunidades de desenvolvimento geral, reordenação e qualificação da atividade econômica, geração de novos postos de trabalho, capacitação e perspectiva de longo prazo.  O Projeto CEPA (CEPA e GaiaTerra) será beneficiado pela captação de recursos para seu desenvolvimento e amplo conhecimento público.  O ambiente, a partir de ações locais que tenderão a disseminar-se, um dos objetivos do Projeto, será beneficiado a médio e longo prazos pelo desenvolvimento de consciência ambiental e prática preservacionista, raízes da sustentabilidade.

voltar ao topo

♦  Que garantias o Circuito oferece aos afiliados?

O Circuito da Sustentabilidade foi criado e é gerido pelo Projeto CEPA, cuja base é o CEPA – Centro de Educação e Pesquisas Ambientais, uma empresa fundada em 1987.  Originalmente sediada em São Paulo, foi concebida para atuação em TI (Tecnologia da Informação), tendo por quase duas décadas desenvolvido relevantes e pioneiros trabalhos de automação de escritórios, automação comercial, pesquisa e implementação de novas tecnologias, criação de cursos e de material didático, treinamento e desenvolvimento de pessoal, palestras e seminários em congressos, consultoria para projetos, organização de equipes para o trabalho e desenvolvimento de comunidades; assim, conquistou entre seus clientes um reconhecimento de mais de 95% de avaliações entre “ótimo” e “excelente”.  Desta forma, além de atender as principais corporações presentes no Brasil em diversos estados e ainda várias empresas estatais e governos estaduais, gradativamente trouxe para seu foco a gestão social do conhecimento, razão de ser de sua atuação hoje concentrada na região da Serra da Mantiqueira e do Vale do Rio Paraíba do Sul.  O CEPA opera em sede própria, uma área de mais de 100 mil m2 cedida em comodato por 30 anos, em franca recuperação ambiental como fruto de mais de 10 anos de esforços, no município de Santo Antonio do Pinhal, SP.  O Projeto CEPA reuniu no Circuito da Sustentabilidade um conjunto selecionado de parceiros cujas atividades têm sido observadas há quase uma década, buscando assim articular e promover suas qualidades no sentido de bem servir à comunidade e tecer um desenvolvimento que, aos nossos olhos, possa ser denominado sustentável.  É a nossa contribuição para que o mundo possa tornar-se um lugar melhor para a vida.

O Projeto CEPA tem o formal apoio institucional da Prefeitura de Santo Antonio do Pinhal, da Câmara Municipal, da ACASAP – Associação Comercial, da APOSAP – Associação das Pousadas e ainda do  Banco do Brasil, da Funiber – Fundação Universitária Iberoamericana, da Ambiental Expedições e do senador Eduardo Suplicy.  Ficaremos imensamente felizes com o seu apoio também!

voltar ao topo

♦  Numa viagem, resolvi convidar uma pessoa amiga.  Posso estender meu desconto a ela?

Em princípio, os parceiros não estão obrigados a estender os descontos aos visitantes não cadastrados.  Entretanto, fazemos esta sugestão: agende sua viagem com antecedência junto à nossa Central de Atendimento e comunique sua intenção de levar a pessoa convidada para conhecer-nos; a CA, em caráter excepcional, procurará negociar com os parceiros pretendidos esta inclusão.

 voltar ao topo


 

Deixe uma resposta